Eu tenho agradado mais a Deus ou a mim mesmo e aos homens?


A quem mais tem agradado? Aos outros? A si mesmo? Ou a Deus? Reflita e tome a decisão de sempre agradar a Deus em tudo! Jesus tinha um propósito. Ele disse: Não busco a minha vontade, mas a vontade de meu Pai, que me enviou. (João 5, 30). O Mestre estava mais preocupado em agradar a Deus que em ofender ou não os outros. Todo relacionamento que você estabelece leva-o para mais perto ou mais longe da perfeita vontade de Deus para sua vida. Seus relacionamentos devem ajudá-lo a alcançar seu objetivo. Ao ajudar e direcionar a vida de muitos, Jesus se cercou de pessoas que podiam auxiliá-lo no cumprimento da vontade de Deus para Sua vida. Ele não buscou relacionamentos superficiais ou passageiros. Quando disse vinde a mim (Mateus 4, 19), na verdade, Ele quis dizer “vinde após mim pelo resto de sua vida”.

 

 

Cristo tinha um propósito para tudo o que fazia, especialmente em se tratando de relacionamentos. Jesus investia em seus relacionamentos e envolvia-se neles para somar e ajudar os outros a cumprirem o propósito divino para a vida deles.

 

   Até mesmo os fariseus declararam:

 

"Mestre, sabemos que és íntegro e que não te deixas influenciar por ninguém, porque não te prendes à aparência dos homens, mas ensinas o caminho de Deus conforme a verdade.(...)”  Marcos 12, 14

 

   Embora se importasse com as pessoas, Jesus se importava mais em agradar a Deus.   Como seguidores da justiça, também devemos levar a sério a questão de cumprirmos o plano e propósito de Deus para nossa vida. Se alguém insistir em “arrastar” você para o passado ou para uma vida que desagrada a Deus, a melhor coisa a fazer é deixar esse relacionamento, o que pode ser doloroso. Portanto, antes de entrar em um relacionamento, pense bem se valerá a pena. Se não puder comprometer-se, não se comprometa! E isso vale não só para namoro, mas também amizades.

 

E você, a quem mais tem agradado? Aos outros? A si mesmo? Ou a Deus? Reflita e tome a decisão de sempre agradar a Deus em tudo!

 

Fonte: com alterações, da obra de Thompson, seus relacionamentos definem seu futuro.

Quem é seu Deus? A quem você vem servindo?

Seu Deus é o mundo ou o Deus das coisas do Alto?...

Deus é somente Misericordioso, ou também é um Justo Juiz?

A misericórdia e a Justiça de Deus são dois atributos que se completam! São João disse que “Deus é amor” (1 Jo 4,8). Mas Deus é também Justiça. Se...

Deus é misericórdia, mas também é Justiça?

Da misericórdia de Deus muito se fala, mas pouco de Sua justiça. Abusa-se da misericórdia divina, para, assim, se continuar numa vida pecaminosa, apenas faze...